domingo, 24 de junho de 2012

Double Tap: "Dance", Novo Clipe da Rye Rye e "Turn Up The Love", Novo Clipe do Far East Movement Feat. Cover Drive!


A CherrytreeRecords tá toda trabalhada na divulgação 2,3 e até 4 por 1 em alguns dos novos clipes de seus artistas. É Colette Carr no clipe do Far East Movement, Far East Movement no clipe da Rye Rye (que também tem Colette Car), Cover Drive (- Ei, mas Cover Drive é Polydor!; - Polydor = Interscope = Cherrytree!) no clipe do Far East Movement, ou seja, a festa tá truando e a gente tá curtindo!


"Dance" já é o N (alguém identifica aí pfvr) single de Go! Pop! Bang!, debut e alucicrazy album de Rye Rye, lançado em maio pela Interscope. Depois de investir em faixas mais calminhas, como "Sunshine", em parceria com a sua madrinha de bateria M.I.A., e "Never Will Be Mine", com a participação da diva da solidão Robyn, Rye Rye queria mesmo era tacar fogo em tudo e botar a galere pra dançar loucamente, afinal de contas, ela não batizou a faixa de "Dance" pra ficar todo mundo ali olhando pra cara dela. No clipe, que como já mencionamos anteriormente conta com as "aparição" de Colette Carr e Far East Movement, Rye Rye toca o terror dentra de uma casa (que eu ainda tô pra mim saber se é cassino, se é cabaré, que diabo é) à la Missy Elliott, fazendo todos perder o controle dos movimento dos corpo. Destaque para as coreografias Valesca Popozudescas meets Ciara Gimmie Daticas que rolam do meio pro fim do vídeo. Dança muito essa Rye Rye Puffy Amy Yumi!



Double Coisas que a gente tiraria desse vídeo:

1) Apesar de amarmos a Collete Carr, cortariamos lindas as cenas com ela. A gata chama muita atenção, só que ela acabou ficando meio avulsa no meio da galera. Nem se jogou, só ficou "no canto", não arriscou uma coreô. Logo ela que é tão doidona, né!? Talvez porque o clipe não era dela e ela não quis chamar mais atenção que a Rye Rye, rs. Acabou chamando, né? Só que de uma maneira ruim.

2) O único dançarino homem na sequência de dança no final do clipe. Precisa dizer porque!? Destoou totalmente do conjunto e acabou, por vezes, chamando mais atenção que a Rye Rye.

E falando em destoar, bora lá pro novo clipe do Far East Movement!? "Turn Up The Love" já é o terceiro single de Dirty Bass, quarto álbum de estudio do FEM, lançado agora em junho e sucessor do incrível Free Wired. A faixa conta com a participação da galera da Cover Drive, vulgo Banda Uó de Barbados, que a gente já te apresentou, já postou vários clipes, ou seja, tá por fora quem quer. "Turn Up The Love" é sem sombra de dúvidas a faixa com a batida mais suja do Dirty Bass, e quando falamos anteriormente em destoar, foi relacionado ao conceito visual que se tem de uma música (ou seja, sua imaginação) e o seu fato consumado (que é o videoclipe). O vídeo de "Turn Up The Love" casa bem com o refrão cantado por Amanda, mas e o resto da música!? Cadê balada!? Cadê efeitos em câmera lenta!? Cadê diamantes voando e todo mundo botando o amor pra cima!? Quédizê...



Double Coisas que colocariamos nesse vídeo:

1) Uma boate bem lotada, mas que desse pra dançar, pra gente ver a galera da Cover Drive se jogando na batida suja.

2) Efeitos em câmera lenta sempre após o refrão quando o FEM começa a soltar as rima mucho loca.

E aproveitando que tá tudo em casa, a Colette Carr lançou nesta última semana a prévia de seu próximo clipe, "Like I Got A Gun". O vídeo tem previsão de lançamento para terça, 26, data em que acontece o lançamento da faixa tanto no iTunes como na Amazon!



Pronto, é isso, beijo, tchau!