segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Especial Planeta Terra Festival: O Sambinha Bom e Delicado da Brasileiríssima Mallu Magalhães!


Maria Luiza de Arruda Botelho Pereira de Magalhães, ou simplesmente Mallu Magalhães, é uma cantora de folk/pop/rock/indie de 20 anos nascida na capital de São Paulo que, aos 15 anos, juntou algumas de suas economias, gravou um punhado de músicas e ao disponibilizá-las na internet tornou-se um dos maiores fenômenos musicais da atualidade e uma das principais promessas da nova geração da música popular brasileira.

Filha de uma paisagista e de um engenheiro e músico, Mallu desde cedo já mostrava um curioso interesse pela música. Seu pai, que é um grande apaixonado pelos clássicos do rock, sempre a influenciou de maneira positiva, a presenteando, inclusive, com o seu primeiro violão, quando a linda ainda tinha apenas 9 aninhos. Aos 11 Mallu começou na escolinha de violão e aos 12 já estava a compor suas próprias músicas.

Em 2007, ao completar 15 anos, Mallu não quis saber de festa, baile de debutantes ou presentes de aniversário. Ao invés disso, ela juntou todo o dinheiro que seus pais e familiares iriam gastar com presentes para ela, tanto em seu aniversário como no Natal, e gravou quatro de suas composições com o intuito de disponibilizá-las na internet. Duas delas ("J1" e "Tchubaruba") logo se espalharam como viral pela grande rede, fazendo com que Mallu começasse a ter um reconhecimento inesperado e acima do normal.





No início do ano seguinte, Mallu realizou a sua primeira apresentação acompanhada por músicos profissionais, além de ter sido convidada a abrir o show da Vanguart na Clash Club São Paulo. Neste show haviam vários jornalistas e críticos musicais atentos a performance da pequena, que prendeu a atenção não só por suas faixas autorais, mas também por covers que iam de Johnny Cash a Bob Dylan.

Produzido por Marcio Caldato Jr., Mallu Magalhães (de 2008) marcou, de fato, o início da carreira de Mallu para o grande público. Considerado pela revista Rolling Stone como o segundo melhor álbum nacional de 2008, o primeiro disco de Mallu conquistou também, duas posições de destaque dentre as 25 melhores músicas daquele ano (com as já citadas "J1" e "Tchubaruba").


Ainda em 2008, mais precisamente em Outubro, Mallu gravou seu primeiro DVD reunindo algumas de suas melhores apresentações ao vivo realizadas no Rio de Janeiro e em São Paulo. Indicações para o VMB da MTV Brasil também choveram naquele ano, assim como campanhas publicitárias e aparições na tv.

No início de 2009, Mallu foi convidada a se apresentar nas cidades de Lisboa e Porto, em Portugal, fazendo assim o seu primeiro giro musical pela Europa. De volta ao Brasil, alguns dos maiores festivais nacionais, como o Planeta Atlântida, João Rock e Festival de Inverno já estavam a sua espera. Mais tarde naquele ano ela dava início a produção de seu segundo CD.

Para o Mallu Magalhães (de 2009), Mallu seguiu acompanhada por sua banda, mas desta vez contou com algumas participações especiais, como Maurício Takara e Kassin, que também é produtor do álbum, conhecido por trabalhar com nomes como Vanessa da Mata, Caetano Veloso e Los Hermanos. Os singles "Shine Yellow" (que é um flerte com o reggae) e "Nem Fé Nem Santo" (com uma pegada blues) mostraram que a "menininha que cantava na internet" não era mais a mesma. Ela havia amadurecido musicalmente e trabalhado novas vertentes, mas claro, sem deixar de lado seus ídolos e influências iniciais.





Dois longos anos depois, Mallu lança Pitanga, terceiro álbum de estudio puxado pela gostosinha "Velha e Louca", faixa que marca definitivamente seu amadurecimento pessoal, profissional e musical. Para este álbum, Mallu marcou presença não só nos vocais, como também nos instrumentos de bateria, piano e guitarra, nunca antes explorados por ela. Logo na sequência veio o segundo e mais atual single, "Sambinha Bom", onde Mallu pode explorar elementos tropicalistas e, claro, o samba, de uma maneira delicada e autenticamente brasileira.





Mallu Magalhães é atração confirmada para a edição 2012 do Planeta Terra Festival! E você, tá afim de curtir esse sambinha bom? Então se liga porque faltam apenas 20 DIAS para o melhor festival de música do Brasil!

Planeta Terra Festival 2012

Data: 20 de outubro de 2012
Local: Jockey Club, São Paulo.
Site Oficial: http://musica.terra.com.br/planetaterra
Rádio oficial: http://sonora.terra.com.br/planetaterra
Hashtag oficial: #planetaterra2012
Facebook Oficial: http://www.facebook.com/planetaterrafestival
Twitter oficial: @planeta_terra

Ingressos:
Valores:
Lote 1: R$ 240 / R$ 120 meia (ESGOTADO)
Lote 2 : R$ 290 / R$ 145 meia (ESGOTADO)
Lote 3: R$ 330 / R$ 165 meia

Para obter informações sobre pontos de venda, acesse o link: http://www.livepass.com.br/pontos-de-venda/

Não será permitida a entrada de menores de 18 anos no Festival, nem acompanhados por maiores de idade.

Bilheteria oficial:
(sem cobrança de Taxa de Conveniência)

Estádio do Morumbi - Bilheteria 2
Endereço: Praça Roberto Gomes Pedrosa, S/N - Morumbi
Horário de Funcionamento: de segunda a domingo - das 10h00 às 18h00
Dias de Jogos/Shows: fechado
Formas de pagamento: dinheiro, cartões de crédito Visa, Mastercard, Diners, Amex e cartões de débito Visaelectron e Maestro.