terça-feira, 9 de abril de 2013

Falta Ação Mas Sobra Conflito de Identidade em "Heart Attack", Novo Clipe da Demi Lovato!



Após conseguir bastante buzz sem muito esforço, Demi Lovato parece ter dado uma relaxada e acabou dormindo no ponto quanto ao conceito abordado no clipe de seu mais novo single, "Heart Attack".

Inicialmente lançado com uma proposta de evolução quando relacionado aos trabalhos anteriores de Demi, o single ganhou um vídeoclipe que aparentemente buscava trabalhar uma temática mais conceitual, porém o resultado final ficou aquém do esperado, com aquela sensação de promessa não cumprida, mesma deixada pelo vídeo de "Boyfriend" do Justin Bieber, que mostrou em suas prévias uma vibe excelente que acabou não sendo transmitida em sua edição final.

O único conflito que consegue deixar o clipe um mínimo interessante se dá entre as duas personalidades de Demi que são apresentadas num embate indireto. A primeira, vestida de branco, princesa do pop. A Demi que todos querem ver. Limpa, com movimentos leves e graciosos que facilmente conquista a todos. A segunda, de jaqueta jeans e cabelos ao vento, sua real personalidade. Demi nunca escondeu que é uma garota do rock, e, mesmo já tendo flertado com diferentes estilos, este é seu porto seguro, onde ela realmente se sente bem para fazer o que faz de melhor: cantar.

Aos poucos sendo consumida pelo seu lado "obscuro", a Demi pop entra em total descontrole (como de quem tem um heart attack) e começa a deixar o seu verdadeiro eu falar mais alto, sujando-se com as  próprias mãos (mostrando que é responsável por suas escolhas) e trazendo uma atitude mais raivosa ao cantar. Percebam que assim como as personalidades são bastante impressas no vídeo, elas também se impõe em diferentes polos da música, divididas entre o eletropop de suas primeiras estrofes e o pop rock mais forte de seu refrão. Assista:



Com ou com sem conflito de identidade, Demi lança no próximo dia 14 de maio o seu quarto disco de inéditas. Intitulado Demi, o álbum contará com 13 faixas, dentre elas o carro-chefe "Heart Attack", a parceria com a britânica Cher Lloyd, "Really Don't Care", e "Neon Lights", composta em parceria com Ryan Tedder, vocalista do OneRepublic.