quinta-feira, 6 de junho de 2013

Sem Rappers, Jessie J e J.Lo Lançam Versões Solo de "Wild" e "Live It Up"!



Que "Wild", novo single da britânica Jessie J, e "Live It Up", nova música de trabalho da americana com descendência latina Jennifer Lopez, são duas das músicas de maior sucesso da atualidade, isso é inquestionável, porém, a participação de rappers em ambos os registros causou sim, bastante controvérsia. Será que a participação deles, que são considerados a cereja no bolo em muitas produções, teria tirado um pouco de brilho e, porque não dizer, credibilidade das faixas? Divulgadas esta semana, as versões solo (ou seja, onde apenas a artista principal se faz presente) tanto de "Wild" quanto de "Live It Up" provam que... bem, vamos acompanhar.

Composta por Claude Kelly (responsável por faixas como "Gasoline" da Britney Spears e "Troublemaker" do Olly Murs), "Wild" foi lançada oficialmente no último dia 25 de maio e não demorou muito para que ela caísse nas graças do público. Porém, a exceção aqui ficou por conta da participação dos rappers Big Sean e Dizzee Rascal, que foi classificada, não só por parte do fandom de Jessie, mas também por blogs nacionais e internacionais, como um excesso totalmente dispensável. Ouça a versão solo e logo em seguida assista o clipe da versão oficial:





Frases de efeito do rapper Big Sean: "Hoje acordei me sentindo como o prefeito / Passei cerca de uma hora me olhando no espelho / Como eu deveria, por tudo que já passei / Não é à toa que a minha aparência seja tão boa".

Frases dispensáveis do rapper Big Sean: "Se eu nadar com a piranhas / É garantido que terei peixe no jantar".

Frases de efeito do rapper Dizzee Rascal: "100 mil pessoas enlouquecendo na lama e na chuva / Mulheres nos ombros, sem blusa, gritando meu nome / Pensei que eu era o garoto na esquina / Mas estou em uma cobertura; neguinho, cadê a minha água?".

Frases dispensáveis do rapper Dizzee Rascal: "Minha rima é apertada como as madeixas de Bob Marley / Não posso ser descartado / Estou no topo e não posso ser batido / Estou saindo por aí, perdi o enredo, não podem me parar".

Composta por RedOne, Alex Papaconstantinou, Björn Djupström, Viktor Svensson, Pitbull, Achraf Janussi e Bilal "The Chef" Hajji (respira), "Live It Up" foi lançada oficialmente no último dia 8 de maio, porém, o que fez com que a música realmente vingasse foi seu videoclipe, que muito rapidamente chegou a casa dos milhões de visualizações no VEVO/Youtube. Considerada por muitos como "farofa garantida", a participação de Pitbull foi tida como apelativa, tendo em vista o sucesso dos dois últimos carros-chefe de Jennifer, "On The Floor" e "Dance Again", ambos em parceria com o rapper. Ouça a versão solo e logo em seguida assista o clipe da versão oficial:





Frases de efeito do rapper Pitbull: "Enquanto você fala ela já fez / É por causa dela que as mulheres mandam / Aposto que isto vai estar no Grammy / Talvez agora você me entenda".

Frases dispensáveis do rapper Pitbull: "Mr. Worldwide / RedOne / E a bela Jennifer Lopez / Dá-lhe".

E aí, curtiram as versões sem os rappers? No final das contas, cada música tem seu charme, tanto com quanto sem participações. Agora algo inegável é que ambas as faixas se tornam ainda mais comerciais com a presença deles. Vote na nossa enquete e comente a respeito dos rappers na música. Dá ou não dá pra viver sem eles? Quão relevantes esses caras se tornaram na indústria da música pop atual? Será que o contrato para o próximo carro-chefe da Jennifer Lopez em parceria com o Pitbull já está assinado? Opine!