domingo, 13 de abril de 2014

"Love Runs Out": Faixa Inacabada do OneRepublic Ganha Refrão e Status de Novo Single da Banda!



Um ano após o lançamento de seu terceiro álbum de inéditas, o Native, que chegou as lojas em 22 de março de 2013, o OneRepublic segue colhendo os frutos (e que frutos) deste ótimo trabalho, em especial, graças ao sucesso internacional de "Counting Stars" (que já é considerado um dos maiores hits da banda, juntamente com "Apologize"), terceiro single oficial do álbum, que, mesmo tendo sido lançado em junho do ano passado, segue sendo executado nas rádios e MTVs da vida como se fosse o lançamento mais quente da semana.

Após a divulgação de "Something I Need", quarto single oficial do disco, algumas faixas que tinham potencial para dar continuidade aos trabalhos do Native ganharam vídeo com letra, performances ao vivo e até relativo airplay, como "I Lived", "Burning Bridges" e "Can't Stop". É, mas no final das contas o vocalista, compositor e produtor de absolutamente todas as faixas do disco, Ryan Tedder, resolveu que era hora de fazer algo diferente, e não pensou duas vezes antes de colocar a cabeça pra funcionar na expectativa de que mais um hino saísse da sua caixola.

E o resultado dessa queimação de neurônios foi "Love Runs Out", faixa divulgada neste domingo (13) como possível carro-chefe de um possível relançamento do disco (é, tá tudo muito na possibilidade ainda). Uma curiosidade a respeito dessa nova música é que ela era uma das faixas mais cotadas para dar início aos trabalhos do Native como lead single, só que o Ryan estava tendo uma série de dificuldades para compor seu refrão, fazendo com que "Love Runs Out" acabasse ficando de fora do disco. É, mas no final das contas parece que o status de carro-chefe vai se manter, e o melhor de tudo, num relançamento, o que, em boa parte das vezes, é um sinal de sucesso. Ouça:



No próximo dia 18 de maio o OneRepublic se apresenta no Billboard Music Awards 2014. Será que até lá "Love Runs Out" já bateu "Apologize" e "Counting Stars" no Hot 100? Fica a torcida!