quinta-feira, 29 de outubro de 2015

O curioso caso de James Morrison: Em meio a um relacionamento conturbado, cantor volta a ser criança no clipe de ''Stay Like This''!



Sem lançar um novo álbum desde o The Awakening de 2011, eis que o inglesinho James Morrison finalmente volta a dar as caras com Higher Than Here, seu quarto disco de inéditas, que chega as lojas nessa sexta-feira (30) pela Universal Music. É, e tendo em vista o longo período que passou sem divulgar novos materiais, o fio voltou com gosto de gás, já que, não muito depois de lançar o clipe de "Demons", faixa que assina como carro-chefe do álbum, o cara já tratou de liberar o vídeo de sua mais nova música de trabalho.

Trata-se de "Stay Like This", faixa que, assim como a anterior, chega com uma pegada bastante radiofônica, mas bem menos experimental e mais nos moldes do sprock, gênero musical que consiste na mistura de pop, rock e soul. Composta por James em parceria com Francis "Eg" White ("You Give Me Something", "Wonderful World"), a faixa fala sobre a facilidade que temos de desapontar aqueles que amamos: Leva menos de um minuto / Para que uma pessoa possa ferir a outra / Fazendo uso de toda minha força / Fiz o que pude para te machucar / Na tentativa de sentir alguma coisa / Quando eu me tornei tão ingrato pelo seu amor? / Quando eu parei de acreditar que nós ainda poderíamos dar certo? / Não podemos simplesmente ficar assim? / Tão perto, tão reais / Alguma coisa tem que mudar? / Eu não sentiria falta de mais nada se nós simplesmente pudéssemos ficar assim. Nem eu, James 

Seguindo exatamente por essa premissa, o clipe de "Stay Like This" trata sobre a relação disfuncional de Morrison e sua parceira, onde os dois aparecem fazendo de absolutamente um tudo para machucar um ao outro. Pois é, enquanto ela faz farofa do carro do fio com o auxílio de um taco de golfe, ele resolve que é uma boa dar uma grafitada no guarda-roupa dela de cima a baixo. É, mas até que ponto isso é válido? Será que alimentar sentimentos como esses não poderia acabar funcionando como uma espécie de regressão para todos nós? Bem, o James acredita que sim, tanto que no vídeo, quanto mais o quebra-quebra se desenrola, mais jovens Morrison e sua amada (tá, nem tão amada assim) vão ficando. É isso mesmo que você leu! No melhor estilo O Curioso Caso de Benjamin Button, os dois vão quebrando tudo até que, finalmente, voltam para a barriga de suas mães. Tá, não. Mas se o clipe não tivesse acabado a probabilidade disso acontecer seria bem grande. Confira: