sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Tão querendo acabar com os trabalhos de divulgação do 1989 na marra em ''Out Of The Woods'', novo clipe da Taylor Swift!



O ano de 2015 pode ter acabado, mas os trabalhos de divulgação do 1989, quinto álbum de inéditas da Taylor Swift, lançado em outubro de 2014, não. Depois de "Shake It Off", "Blank Space", "Style", "Bad Blood" e "Wildest Dreams" (deixa só eu dar uma respiradinha aqui, linda), chegou a vez de "Out Of The Woods" ganhar o seu lugar ao sol e finalizar com chave de ouro (até porque já chega, né fofa?) os trabalhos desse, que já pode ser considerado não só o melhor álbum da carreira da maior predadora do pop (se é que me entendem, rs), como também um dos registros musicais e videográficos mais icônicos dos últimos tempos.

É, mas não é todo mundo que tá feliz com o fato da Taylor ter chegado tão longe com os trabalhos de divulgação de seu disco, não. E a mãe natureza é, sem sombra de dúvidas, a mais desagradada de todas, tanto que, do início ao fim do clipe, que teve a sua direção assinada pelo gênio vídeoclíptico Joseph Kahn ("All The Lovers", "Misery"), a atmosfera natural como um todo não mede esforços para simplesmente eliminar a fia da face desse nosso planetinha (muito provavelmente para que sobrem homens para as demais espécies se reproduzirem, não é mesmo?).

Terra, fogo, água e ar venha agora a nós se juntar foram alguns dos elementos utilizados pela mãe natureza para tentar por um fim na vida de Swift, que, aos trancos e barrancos, foi conseguindo se sair de cada uma das armadilhas plantadas em seu caminho. Tendo em vista que os elementos por si só não conseguiriam eliminá-la, o mundo natural enviou um exército de animais selvagens pra jantar a fia, que aparece como uma espécie de princesa moribunda de contos de fadas, daqueles de aparência doce, sensível e indefesa, mas com uma alma cheia de coragem, força e perseverança, pronta para o que der e vier. E aí, será que, no final das contas, ela conseguirá, assim como na música, ficar fora de perigo? Ih, aí só entrando (e saindo vivo, rs) na floresta pra saber. Confira: