quarta-feira, 4 de maio de 2016

5INCO: Clipes em homenagem ao dia das mães!



Domingo dia 8 é comemorado o dia das mães (e também o meu aniversário, o que significa que eu sou um presentinho para a minha mãe, rs), e para embalar essa data linda, afeiçoada, amorosa com toda a pompa que as nossas genitoras merecem, nós preparamos uma lista com os 5 clipes de artistas que fizeram questão de homenagear suas mamuskas ao longo de suas carreiras.

Tem homenagem póstuma (lágrimas), pedido de desculpas (mais lágrimas), declaração bonita e brega e até mesmo renovação de votos de amor praquela que além de mãe também é amiga, mas o que importa mesmo é a intensidade e mensagem colocada em cada uma delas, representadas por videoclipes únicos (que nem nossas mães) e cheios de sentimentos. Confira (e faça sua parte, hein):

5inco. Alicia Keys - "Superwoman"
Uma dedicatória não para uma mas para todas as mães do mundo. Em "Superwoman" Alicia Keys resolveu pegar todos os estereótipos de mulheres para homenageá-las. Desde às mães solteiras e até mesmo aquelas que tem que conciliar carreira de sucesso e família, todas são poderosas e vitoriosas no final do dia aos olhos de Alicia (e aos nossos também!), que inclusive aproveitou para usar a história de mulheres reais como a da atriz Jada Pinkett Smith e até da Astronauta Joan Higginbotham em seu vídeo. Um show de emponderamento materno.



qu4tro. Taylor Swift - "The Best Day"
Quando ainda era uma garota do country, Taylor Swift lançou essa música do álbum Fearless em homenagem a sua mãe Andrea Swift, como forma de expressar o fato dela ser sua melhor amiga, pois, segundo uma entrevista concedida na época, a cantora revelou que durante a adolescência passou por um período em que enfrentava problemas com os seus amigos de escola, declarando: "Quando eu ia me sentar na mesa durante a hora do almoço, eles pegavam suas bandejas e mudavam de mesa, então, naquele momento, tudo o que eu tinha era a minha mãe". Então Tay gravou a música escondida de Andrea, e só mostrou o resultado no natal de 2007, levando-a às lágrimas. Mas a surpresa não terminou por aí, pois a canção ainda ganhou um clipe editado pela própria Taylor com imagens de gravações pessoais, constando claro, os melhores momentos de sua infância com sua querida mamãe.



tr3s. Kanye West - "Hey Mama"
Filho único, Kanye nunca escondeu seu apego pela mãe Donda West. O rapper conhecido por suas polêmicas sempre levava a mãe como acompanhante nos tapetes vermelhos das premiações em que participava, até que em  novembro de 2007, Donda veio a falecer deixando o cantor desolado, tanto que um ano após o acontecimento, ele escolheu perfomar a canção "Hey Mama" no Grammy Awards. Embalado pelos versos: "Você nunca colocou outro homem acima de mim/ E eu te amo por isso mãe, você não percebe?/ Sete anos de idade, te vi com lágrimas nos olhos/ Por que um cara te traiu, contando mentiras/ então eu comecei a chorar/ Assim que nos ajoelhamos no chão da cozinha/ Eu falei "Mãe eu vou te amar até que você não se machuque mais/ E quando eu ficar velho você não precisa trabalhar mais/ E vou te dar aquela mansão que não podemos comprar/ Você é inquebrável/ Inconfundível/ Altamente capaz", o atual marido de Kim Kardashian realmente cumpriu com tudo o que prometeu na letra da música para sua mãe, e entregou no ano de 2008 uma apresentação singela porém cheia de emoção ao público.



2ois. Eminem - "Headlights"
Diferente de Kanye West, que reverenciava a sua mãe sempre que podia, Eminem viveu um relacionamento mais que conturbado com a sua. E se em "Cleanin' Out My Closet" ele esculhambou sua mãe Debbie Matthers de todas as formas possíveis, rasgando os abusos que viveu em sua infância, em "Headlights" o sempre sarcástico rapper resolveu baixar a guarda e fazer um pedido de desculpas sincero, onde declama: "Me desculpe mãe por "Cleaning Out My Closet"/ Na época eu estava com raiva/ Talvez com razão/ Nunca tive intenção de levar tão longe/ Porque agora eu sei que não foi culpa sua/ E não estou fazendo piadas/ Eu não toco mais essa música nos shows/ E eu ranjo os dentes sempre que toca no rádio". O ato de remorso também ganhou um clipe mostrando toda a trajetória do cantor com sua tão amada e odiada mãe, com fotos e encenações, terminando essa batalha com um abraço selador de paz entre os dois.



1m. Spice Girls - "Mama"
Lançada em 1997, "Mama" é sem dúvidas o hino do dia das mães até hoje, pois além de ser uma bela declaração de amor ainda diz tudo o que passamos e sentimos vontade de dizer para nossas amadas genitoras. mas que por muitas vezes acabamos deixando as correrias da vida (e o orgulho, em caso de brigas) abafar esse sentimento de gratidão por tudo o que elas representam para nós. E não bastasse terem feito a baladinha e lançado como single oficial do primeiro álbum de suas carreiras (onde cada uma fez questão de escrever sua parte em dedicatória), as Spice Girls ainda fizeram questão de lançar um vídeoclipe na época, aproveitando para mostrar a carinha de emoção e orgulho de suas mamães (que seguram um quadro com o respectivo retrato de suas filhas) em uma platéia, enquanto somos levados à infância apimentada de Mel B, Mel C, Geri, Emma e Victoria em um copilado de imagens fofíssimas.



Bônus: 'N Sync - "(God Must Have Spent) A Little Time On You"
Eu não sei lidar com o quão brega e baixo orçamento o clipe de "(God Must Have Spent) A Little More Time On You" é, mas uma coisa não podemos discordar, só mesmo o amor pelas mães faria a boyband 'N Sync lançar algo assim (ou não). Brincadeiras a parte, o single dos caras é uma bela declaração de amor para suas mothers, já o clipe mostra cenas em preto e branco de diversas mulheres brincando, educando e cuidando de seus filhos. "Seu amor é como um rio/ tranquilo e profundo/ Sua alma é como um segredo que nunca pude guardar/ Quando eu olho pros seus olhos eu sei que é verdade/ Deus deve ter gasto um tempo a mais em você", diz a letra da música (que eu já vou colocar no cartãozinho junto ao presente da minha). Feliz dia das mães!