domingo, 31 de julho de 2016

Netflixing: Vivendo Com Um Dólar, um documentário que vai expandir sua visão sobre a vida!



O que você faria se pudesse viver com apenas 1 dólar por dia? Pois saiba que é assim que mais de 1 bilhão de pessoas no mundo vive. Pensando nisso, os economistas Chris e Zach e seus amigos cineastas Sean e Ryan resolveram viajar até uma vila no interior da Guatemala para documentar e descobrir como os habitantes dali sobrevivem com tão pouco e em condições tão precárias.

Intitulado "Living On One Dollar" (Vivendo Com Um Dólar), o documentário mostra a trajetória de quatro americanos que decidiram largar suas vidinhas pacatas para se aventurarem durante dois meses na vila de Peña Blanca, uma comunidade rural com 300 habitantes onde a maior fonte de renda vem do artesanato e do cultivo de frutas e vegetais.

Como a maioria dos moradores de Peña Blanca, a equipe teve que dormir no concreto

O mais legal do documentário, é que os caras não foram simplesmente para filmar e coletar informações, mas sim para vivenciar o dia a dia de um habitante de Peña Blanca. Assim que chegam, Chris e companhia colocam dentro de um chapéu números de 0 a 9 e o algarismo que eles retirarem no dia é o valor de dinheiro que eles terão para se virarem por ali, o que pode significar ter 0 ou 9 dólares (para os quatro), e tudo isso incluindo alimentação, transporte e outras contas a pagar, tá?

Com a alimentação comprometida, os integrantes logo começam a perder peso

Sentindo na pele o que as pessoas dali vivenciam diariamente. os caras começam a entender e aprender formas de sobrevivência que nunca tinham imaginado antes, e ainda descobrem em meio a sua jornada, pessoas felizes e generosas dispostas a doarem o pouco que tem não só para ajudá-los, mas também para amparar pessoas de sua própria vizinhança.

Com os moradores da vila no final da jornada: amizade genuína e projetos sociais

Me doeu ver, em depoimentos, pessoas que desistiram de seus sonhos porque tiveram que ajudar seus pais nas lavouras e saber que a maioria das crianças largam os estudos ainda pequenininhas, pois o governo local cobra $25 por cada aluno. Se as pessoas ali mal tem 1 dólar para se manter, de onde tirariam o valor de um mês inteiro para investir nos estudos dos filhos, não é mesmo? Lamentável. A cidade de Peña Blanca parece um pedaço de chão esquecido pelo governo da Guatemala.

No fim das contas, esse documentário serve como um tapa na cara da realidade de muitos de nós, pois, às vezes, na correria da vida, a gente se acha no direito de reclamar de alguma coisa e mal agradece pelo que já tem, sendo que existem pessoas com muitos menos e ainda assim são evoluídas em termos espirituais e sabem viver melhor do que muita gente por aí.

O olhar econômico da produção também é importante para que a gente reavalie melhor nossas finanças e perceba o que realmente é necessário ou não em nossas vidas. Sem contar também que ainda chama a nossa atenção para que tenhamos mais compaixão pelo próximo de forma que nós consigamos fazer algo pelos mais necessitados, independente de termos dinheiro ou não. Uma bela lição de vida.



O documentário, assim como todas as indicações desta tag, encontra-se disponível na Netflix.