quarta-feira, 19 de abril de 2017

Eles sobreviveram aos "Hard Times": A volta do Paramore + Novo clipe + News do novo álbum!



Quem conhece a trajetória do Paramore sabe que a banda já quase acabou diversas vezes. E entre uma treta aqui e uma saída de integrante ali, a banda se viu desgastada e por vezes desmotivada, como sua frontwoman  Hayley Williams já contou em diversas entrevistas.

Mas a boa notícia (além da volta do baterista Zac Farro) é que não foi dessa vez que tivemos que nos despedir. E quatro anos após o último lançamento, o Paramore resolveu jogar hoje em nossas cabeças e ouvidos a deliciosa "Hard Times", que chega como carro-chefe do novo álbum After Laughter, a ser lançado em 12 de maio, com o total de 12 músicas inéditas. *Todas grita*



Tracklist:

1. Hard Times
2. Rose-Colored Boy
3. Told You So
4. Forgiveness
5. Fake Happy
6. 26
7. Pool
8. Grudges
9. Caught In The Middle
10. Idle Worship
11. No Friend
12. Tell Me How

O mais interessante é que a nova música da banda está bem diferente de tudo o que eles já lançaram, trazendo um frescor e um quê mais alternativo oitentista à nova fase que eles estão passando. Mas não se deixe enganar com a felicidade da melodia, pois a letra fala exatamente de "tempos difíceis", daqueles que queremos desistir e ficamos pensando "por que é que ainda estou tentando mesmo?".

Pra completar o combo, o trio também liberou clipe, e olha, só eu já vi umas 10x! Dirigido por Andrew Joffe ("Our Own House"), o vídeo traz uma estética bem similar com o de "Still Into You", onde o cenário real se mistura com animações engraçadinhas, mas as comparações ficam somente aí. O meu veredito? Estou apenas encantada com o retorno do Paramore, mas eu sou suspeita pra falar, já que sou uma parawhore de carteirinha. Então, se jogue no play. Duvido você terminar esse clipe sem ficar com a música na cabeça, hein? 

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Uma festa de sensações em "Rhythm Inside", novo clipe do Calum Scott!



O Calum Scott tá super hypadinho. Não sei vocês, mas eu não costumo dar muita bola pra participante de reality show musical. É, porque eu torço, daí o fio, ganhando ou perdendo, lança, no máximo, um single, e depois some. Não sou mais adolescente que tem apego pra dar e vender. Eu seleciono. Se eu achar que vale a pena sofrer por aquele artista, beleza. Do contrário, finjo que não tô vendo.

E o Calum é esforçado. Pra quem não sabe, aquela versão de "Dancing On My Own" da Robyn, que tá super bombadinha nas playlists de música eletrônica do Spotify, é dele. É, mas, calma que ele não é artista de EDM não, tá? O som do fio é meio que uma fusão de pop, rock e soul. O lance é que o Tiësto remixou a faixa, o que ajudou o britânico a ganhar o mundo. Pra vocês verem como o eletro tá em alta.

E, pra quem não lembra, ele já marcou presença por aqui. Sim, nas Olimpíadas do Rio 2016! Cantou até com a Ivete Sangalo. Foi no Encontro com Fátima Bernardes. Pois é, fez a turnê completa! Acabou que ele conseguiu transformar "Dancing On My Own" num hit ainda maior. E agora chegou a vez de "Rhythm Inside", música com uma vibe super gostosinha que assina como carro-chefe de seu álbum de estreia previsto para esse ano.

Dirigido pelo Howard Greenhalgh ("Black Hole Sun", "Bruise Pristine"), o clipe tem uma pegadinha super envolvente onde vemos o nosso crush numa festa onde as reações ao estímulo das sensações podem ser vistas a olho nu. Visão, audição, tato, olfato, paladar. Cada um dos cinco sentidos responde de uma maneira e juntos nos levam a lugarem onde nunca estivemos antes. Calum que o diga. Assista:

A nostalgia adolescente de Ed Sheeran no clipe de "Castle On The Hill"!



Tava todo mundo na torcida pra que o Ed Sheeran lançasse o clipe de "Cheap Thrills (Parte 3)", também conhecida como "Shape Of You", mas, como ela já pegou o #1 no Hot 100 da Billboard, o fio achou melhor dar uma moralzinha pra "Castle On The Hill", que estreou na posição de número #6, soltando o vídeo dela primeiro pra ver se emplaca. Fez bem, até porque ela já saiu do top 10 na atualização dessa semana, enquanto "A Sua Forma" só caiu uma posição. Cuida!

Ambas as faixas fazem parte de ÷ ("divide"), terceiro álbum de inéditas do matemático do pop, previsto para o primeiro bimestre desse ano (ou seja, até março sai). "O Castelo na Montanha" é uma música que fala sobre a juventude de Sheeran e o quanto ele gostaria de voltar pra essa época (falou o ancião). E pra ele tudo bem quebrar a perna enquanto foge do irmão mais velho e seus amigos brutamontes (o fio canta isso no primeiro verso), porque o que ele realmente quer é reviver os tempos em que a sua única preocupação era chegar do colégio a tempo de assistir TV Cruj (tá, no país dele não tinha, mas aqui sim e é isso que importa.)

Dirigido pelo George Belfield ("Beauty Remains", "Magnetised"), o clipe não chega a voltar para a infância do Ed. Na real ele fica mais ali pela parte da adolescência, época em que seus amigos e ele já começavam a enrolar os seus primeiros baseados. Jogar sinuca, tomar cerveja e dar longos passeios de carro também eram alguns de seus passatempos favoritos. E o vídeo retrata tudo isso! Com direito a uma versão mais jovem do ruivinho, que também aparece, à caminho de um encontro muito especial. Confira:

domingo, 22 de janeiro de 2017

O adeus definitivo do 2NE1 no clipe de "Goodbye"!



É oficial, mores! O 2NE1 acabou. E, pra ser bem sincero, eu nem tô lá tão arrasado assim. Apesar de ser fanzoca da girlband desde o início, já tem um bom tempo que eu me acostumei com a ausência delas. Pra vocês terem uma noção, desde 2014 que as fias não lançam nada. Primeiro foi aquela história que o Will.i.am ia divulgar o grupo nos Estados Unidos (não tá conseguindo nem se divulgar, coitado), daí veio a CL com negócio de carreira solo, Park Bom traficando pra pagar as plásticas, Minzy dando disband e Dara, como sempre, a planta, não faz nada.

No final de 2015, elas até tentaram fingir que tava tudo bem com aquela apresentação lacrante no MAMA, que nós comentamos aqui assim que voltamos do hospital. Sério, foi tiro! É, mas, em 2016, a líder da girlband, que era pra tá lá na Coréia ajudando a tirar a Park Bom do tráfico, se mandou de mala e cuia pros Estados Unidos pra cuidar da divulgação de "Lifted", que acabou alcançando um pico na posição de número #94 no Hot 100 da Billboard. Espero que tenha valido a pena, Chaelin.

Com a Minzy oficialmente fora da parada, as outras três acharam que seria uma boa faturar um troco com essa tragédia anunciada, lançando assim "Goodbye", single de despedida de uma das girlbands mais promissoras dos últimos tempos. Sério, só não ganharam o mundo porque não quiseram. No melhor estilo Spice Girls depois que a Geri saiu, CL, Dara e Park Bom aparecem em uma espécie de obra abandonada assistindo a vídeos antigos do grupo enquanto seguram o choro no rabo. Eu não segurei!



Brincadeiras à parte, essa é, sem sombra de dúvidas, uma das músicas mais lindas já lançadas pelo 2NE1. E o clipe não ficou atrás. Pena que a Minzy não tava lá! Independente de qualquer coisa, fica aqui o nosso MUITO OBRIGADO a elas que tantas músicas, clipes, alegrias e inovações trouxeram ao longo do período em que estiveram na ativa. To Anyone ontem, hoje e para sempre. Goodbye 😢

A luta pela equidade LGBTQ em "Heaven", novo clipe do Troye Sivan!



O Troye Sivan lança clipe só de tempos em tempos. "Wild (Remix)", por exemplo, saiu em julho do ano passado e só agora o fio veio dar às caras com alguma novidade. É, mas a espera sempre vale a pena, porque os vídeos do nosso crush demoram, mas, quando saem, dão o que falar. Quem não lembra da trilogia Blue Neighbourhood, composta pelos clipes de "Wild", "Fools" e "Talk Me Down"? Eu choro até hoje só de ver a miniatura no YouTube.

O mais novo deles é o da faixa "Heaven", que fala um pouco sobre vida após a morte e o fardo que pessoas homoafetivas são obrigadas a carregar a vida inteira tendo que ouvir o povo dizendo que elas vão pro inferno por serem quem são. Me poupe, se poupe, nos poupe! Na música o Troye fala: Como eu posso entrar no paraíso sem perder uma parte de mim? Aff gente, já tô chorando! Esse terror psicológico que algumas pessoas fazem baseado em suposições é uó. E, como diria minha vó: Se a gente for levar tudo ao pé da letra vai todo mundo pro caldeirão. HAHAHAHAHAHAHA. Do Huck, eu espero.

Com direção do Luke Gilford, o vídeo é uma espécie de carta aberta em agradecimento a todos aqueles que, ao longo de suas vidas, contribuiram de alguma forma na luta pela equidade de direitos para os LGBTQ. Tem umas imagens tão lindas! Galera nas manifestações, casais de todas as idades e Troye Sivan amando muitooooo ❤️ HAHAHAHAHAHAHA. Tem um pessoal dizendo ainda que o clipe é um grande foda-se para o Donald Trump por motivos óbvios e eu simplesmente amei. Gay rights are human rights, Mr President. Se liga!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

A Pabllo Vittar tá toda tropical, veranesca e, claro, vadia no clipe de "Todo Dia" ft. Rico Dalasam!



Ainda falta um bocadinho pro Carnaval, mas quem foi que disse que a gente precisa esperar ele chegar pra ser vadia? Pabllo Vittar, por exemplo, já está de pernocas abertas e pronta para se jogar na micareta no clipe de "Todo Dia", segunda música de trabalho de seu álbum de estreia, o Vai Passar Mal, lançado no último dia 11.

Acompanhada de ninguém menos que Rico Dalasam, a fia chega toda trabalhada nos vetores tropicais veranescos que vão pipocando na tela enquanto ela se joga no carão. E que carão, hein? Vai ser linda assim no vídeo de "Todo Dia" (ia falar aqui em casa, mas achei tão machistinha).

A direção do clipe ficou por conta de Guilherme Batista e Fabrício Sassioto, que também assinam algumas das funções mais importantes para que esse registro seja o que é, como a arte, o roteiro, a montagem e a pós produção. Não sei vocês, mas, pra minha pessoinha, esse é o melhor visual do ano até agora. E eu não tô falando só a nível Brasil não, tá? É MUNDO! Passou mal? RESSUSCITA!