sexta-feira, 10 de junho de 2016

5inco: Casais que atuaram juntos em clipes (e ainda continuam unidos)!



Dia 12 é comemorado o dia dos namorados no Brasil, uma data odiada por alguns (a.k.a, eu, a.k.a, sozinha sim, solteira sempre) e amada por muitos, principalmente por aqueles que esperam ansiosamente por esse dia para fazer todas as declarações de amor que não fizeram em um ano.

Pensando nisso, a lista dessa semana celebra o amor entre artistas que dividiram seus espaços nas telinhas com seus respectivos amores. Aposto que você já foi pensando em "Pillowtalk" do Zayn, "Jenny From The Block" da J.Lo, "Let Me Go" da Avril Lavigne, "Criminal" da Britney ou até mesmo "O Amor Não Deixa" da Wanessa Camargo (RÇ), certo?

Mas sinto desapontá-lo caro leitor, pois se eu colocasse algum desses eu estaria falando do dia dos NÃO namorados, já que todos citados anteriormente já terminaram os relacionamentos com as pessoas com quem contracenaram nos clipes em questão. Então, pra celebrar o amor e dar uma salva de palmas para os casais que superaram as adversidades (a bruxa está solta, gente!) e conseguiram manter-se unidos mesmo após esses trabalhos, segue o nosso top 5:
5inco. Kanye West e Kim Kardashian - "Bound 2"
Ela já era divorciada e teve um casamento que durou 72 dias, e quando se uniu à Kanye West ninguém pensou que duraria. Passados dois anos após a cerimônia pomposa na Itália, e dois filhos, Kim Kardashian e o rapper continuam firmes e fortes e cada vez mais poderosos, roubando os holofotes e deixando um rastro milionário com seus nomes unidos por onde passam. "Bound 2" veio no início do relacionamento de uma forma meio poética e meio cômica, com Kim Kardashian em cima da garupa da moto de West, ostentando o amor que o cara esperou por anos (sabiam que ele sempre esteve de olho na socialite e teve que esperar muito tempo para poder dar uma investida nela?) mas sem se levarem tão a sério. Melhor forma de encarar os críticos, não é mesmo?


qu4tro. Adam Levine e Behati Prinsloo - "Animals"
Adam Levine já tinha levado uma surra da ex-namorada Anne Vyalitsyna no vídeo de "Misery" e também já tinha dividido a cama com ela em "Never Gonna Leave This Bed", mas apesar de tanta demonstração de afeto o romance dois dois não perdurou. Mas como gente bonita não fica solteira por muito tempo, logo a modelo Behati Prinsloo virou a nova musa inspiradora do vocalista do maroon 5, e acostumado a dividir a cena com suas namoradas, Adam tratou de esfregar (literalmente) na cara da sociedade o seu relacionamento com ela em "Animals", onde os dois ficam nada mais que peladinhos e cobertos de sangue no vídeo. Entretanto, não pense que Behati foi só mais uma e esse romance terminou como o anteriormente citado, pois ele e a angel da Victoria's Secrets continuam juntinhos, e melhor ainda: uniram os laços em uma cerimônia no México em 2014 e agora esperam a sua primeira filhinha!

tr3s. Beyoncé e Jay-Z - "Drunk In Love"
Foi difícil escolher um só clipe dessa realeza do hip hop. Juntos desde meados de 2003, Beyoncé e Jay Z já fizeram inúmeras colaborações juntos, incluindo "Crazy In Love", "Bonnie And Clyde", "Upgrade U" e "Partition". A minha favorita do momento e que representaria bem os dois aqui seria o clipe de "All Night" recém-lançado no álbum visual Lemonade, mas como o Tidal ainda tá lá segurando o material (e eu não sou nem louca de piratear porque não teria aqué pra pagar o boleto de cobrança da família Carter), vamos de "Drunk In Love" mesmo, pois adoro a vibe descontraída deles no clipe, com troca de olhares , sorrisos abobados e dancinhas aleatórias, assim mesmo, sem muita produção, mostrando apenas a sintonia entre os dois. E que sintonia, viu?


2ois. Lady Gaga e Taylor Kinney - "You and I"
Foi em 2011 justamente nas gravações de "You and I" para o álbum Born This Way que Lady Gaga e Taylor Kinney se conheceram, e não mais se desgrudaram. Hoje a cantora é noiva do ator de Chicago Fire e recentemente após a cerimônia do Oscar (onde ela lacrou divinamente performando), se declarou para o amado em um post no Instagram, dizendo: "Eu nunca pensei que alguém poderia me amar porque eu sentia que meu corpo estava aruinado pelo meu abusador. Mas ele ama a sobrevivente em mim. Ele esteve comigo a noite toda orgulhoso e sem vergonha alguma. ISSO é um verdadeiro homem". se referindo às alegações de abuso que sofreu quando tinha 19 e em como Taylor é nada mais que dedicado e afetuoso com ela. Bendito clipe!


1m. P!nk e Carey Hart - "True Love"
De vez em quando P!nk mostrava a cara do seu maridón em seus clipes (vide "So What" ), mas foi a partir do álbum The Truth About Love, que a vida pessoal da cantora sempre tão durona ganhou mais foco, e ela começou a inseri-lo nas histórias dos seus videos de uma forma digamos, mais amorosa. "True Love" veio engraçadinho e mostrando literalmente todo o sentimento da cantora por Carey Hart (simplesmente morro quando ela fala "Você é um idiota/ Mas eu te amo" nos versos iniciais da música!), além claro, da inserção do fruto da relação dos dois, a fofíssima Willow no clipe. Quinze anos juntos, um álbum inteiro falando sobre esse amor e uma família linda pra chamar de sua, é a P!nk fechando com chave de ouro a nossa lista, mostrando que apesar dos altos e baixos, longos relacionamentos ainda existem.


quarta-feira, 8 de junho de 2016

Considerações sobre o retorno das All Saints + Novo Clipe "This Is War"!



Gente, as All Saints voltaram, tão sabendo? Inclusive, o cd novo intitulado Red Flag já tá rolando na íntegra nas plataformas de streaming da vida, incluindo o Spotifydesde abril e nós já escutamos e aprovamos o retorno das fias, pois elas conseguiram manter a sonoridade noventista que as consagraram sem parecerem obsoletas.

"One Strike" foi o carro-chefe do álbum e chegou falando sobre o término da relação da Nicole Appleton com o ex-vocalista do Oasis, Liam Gallagher, e apesar de ser um bom single, ele não foi muito bem aproveitado em seu potencial. É como se o quarteto britânico tivesse "esquecido" como promover um single, fazendo de uma forma meio amadora (o clipe oficial não tem nem 800 mil visualizações!), mas eis que hoje elas resolveram liberar mais um vídeo para nós, o "This Is War", e parece que o jogo finalmente vai começar a virar.

E se o clipe do comeback não foi o estouro que deveria ter sido, pois mais parecia um ensaio fotográfico de baixo orçamento em preto e branco, "This Is War" parece ter vindo para compensar. Apostando cada vez na melhoria de suas produções, as cantoras optaram dessa vez por lançar seu novo vídeo através do site da Hunger Magazine, onde aproveitaram também para conceder uma pequena entrevista e falaram um pouquinho da nova música, que segundo Nicole: É sobre você poder escolher o seu destino independente do que as pessoas dizem ou pensam.

Pra completar, a direção do atual trabalho ficou por conta do também britânico Rankin ("Adore You", "Say It Right"), que durante a entrevista se mostrou fã confesso das moças e entregou que para o videoclipe quis transformá-las em guerreiras, em uma espécie de batalha medieval fantasiosa. O cara também apostou no uso de belíssimos jogos de imagens e transições poderosas. E não é que deu certo? Ficou bonito de se ver. Confira:

terça-feira, 7 de junho de 2016

É no carão que a Selena Gomez acaba com a graça dos haters no clipe de "Kill Em With Kindness"!



"O mundo pode ser um lugar desagradável/ Você sabe/ Eu sei/ Sim/ Não temos que cair em desgraça/ Abaixe as armas que você está usando para lutar/ Mate-os com bondade". É embalada pelos seguintes versos iniciais que Selena Gomez, aka, a pessoa mais seguida do Instagram (muitos números obviamente devem render muitas críticas, certo, Sel?), introduz a sua nova música de trabalho "Kill Em With Kindness", e em um mundo onde o ódio gratuito está cada vez mais em alta, o single não poderia ter vindo mais certeiro.

Mas apesar da mensagem, não pense que Selena quis fazer muito para ser entendida no clipe que acaba de ser lançado, pois na produção minimalista e monocromática dirigida por Emil Nava ("Outside""Booty"), a cantora apenas faz muito carão e mostra que está pouco ligando para as energias negativas que os haters mandam pra ela diariamente, contagiando assim, as pessoas que estão por perto a fazer o mesmo, gerando uma espécie de corrente do bem versão dançante. Tem jeito melhor de matar os outros (de raiva) e ainda permanecer plena? Não mesmo! Confira (e faça o mesmo por aí): 

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Garbage performa "Empty" no C à vous + Making of do clipe + Lyric video de "Even Though Our Love Is Doomed"!



Quando o Garbage deu início aos trabalhos de divulgação de seu mais novo álbum de inéditas com o lançamento do clipe de "Empty", a gente achou que, muito provavelmente, ainda veria Shirley Manson e companhia uma ou outra vez até a data de lançamento do disco. É, mas a promoção do Strange Little Birds, que chega às lojas no próximo dia 10 de junho, tá mais corrida do que a gente pensava. Tanto que a banda já se mandou pra França onde realizou a primeira performance televisiva do single no programa de entretenimento C à vous. Assista:



Achando pouco, o quarteto ainda subiu em seu canal no YouTube um vídeo com os bastidores de gravação do clipe de "Empty". Como uma espécie de mini-documentário, o registro conta com trechos de uma entrevista feita com os integrantes da banda, onde Shirley revela que, apesar de já fazerem quase vinte anos da gravação de seu primeiro vídeoclipe, ainda se sente super empolgada em fazê-lo. Sobre a letra da música, Manson completou dizendo que ela fala sobre uma necessidade de conquista que todos os seres humanos tem em algum momento da vida e que, muitas vezes, se transforma numa obsessão que pode acabar por consumi-lo. Confira:



Pra terminar de acabar com o nosso psicológico, o Garbage divulgou na tarde desta sexta-feira (25) mais uma faixa inédita que estará presente no álbum. Trata-se de "Even Though Our Love Is Doomed", que já chegou acompanhada de um vídeo com letra com imagens da natureza selvagem onde vemos o ciclo da cadeia alimentar em ação enquanto as letras da música, que falam, essencialmente, sobre a evolução e potencial extinção da raça humana, vão pipocando na tela. Veja:

Future Present Past: O novo EP dos Strokes já está entre nós!



Os Strokes estão de volta! Conforme anunciado pelo vocalista Julian Casablancas na última quarta-feira (25), a banda de garage rock nova-iorquina acaba de disponibilizar para audição na web um total de três músicas inéditas e uma remixada que chegam em formato de EP. Intitulado Future Present Past, o registro é o primeiro a apresentar novos materiais do quinteto desde o Comedown Machine de 2013.

O mais legal desse extended play é que ele faz uma alusão direta a seu título, uma vez que cada música representa a sonoridade da banda em algum momento de sua trajetória. "Drag Queen", faixa que abre o EP, por exemplo, é o futuro. A segunda música, "OBLIVIUS", é o presente, e "Threat Of Joy", claro, o passado. Apesar de já ter sido disponibilizado nas plataformas de streaming, Future Present Past só chega às lojas, tanto físicas como digitais, no próximo dia 3 de junho.

Ainda sobre as faixas presentes no registro, "Drag Queen" é pura e simplesmente Julian Casablancas, chegando a soar como algo extraído de alguns de seus álbuns enquanto artista solo. Já "OBLIVIUS" é The Strokes em sua melhor essência, com direito a vocais distorcidos, guitarras elétricas difusas e um refrão explosivo. "Threat Of Joy", por sua vez, chega com uma pegada que nos remete logo de cara a sonoridade de alguns dos primeiros singles dos caras, como "Hard To Explain" e "Someday", ambas do debut Is This It, enquanto o remix de "OBLIVIUS" pode ser considerado uma cortesia do baterista da banda, o brasileiro Fabrizio Moretti. Ouça:



Quando o assunto é um novo álbum de inéditas dos Strokes, Julian, que marcou presença no programa da Annie Mac da BBC Radio 1 na última quinta-feira (26), revelou que a vontade de voltar ao estúdio precisa ser coletiva, ou seja, não só dele como de todos os integrantes da banda. É, mas os fãs podem ficar otimistas, uma vez que os extended plays nada mais são do que uma pequena amostra de novos materiais que, muito certamente, já estão vindo por aí!