domingo, 7 de agosto de 2016

Netflixing: LOVE, o louco, conturbado e divertido mundo das desilusões amorosas!



Já tinha algum tempo que eu tava querendo ver LOVE, mais uma série original da Netflix, lançada em fevereiro passado, mas confesso que fiquei adiando porque não estava com espírito para comédias românticas sonhadoras que mostram casais felizes e perfeitos, mas, um belo dia, tomada pelo tédio profundo, resolvi dar uma chance pro amor, e, olha, me surpreendi (relaxa que não tem spoilers... eu acho)!

Criada por Judd Apatow (O Virgem de 40 Anos, Tá Rindo do Que?), a série conta a historia de Mickey e Gus (interpretados por Gillian Jacobs e Paul Rust), duas pessoas totalmente diferentes - ela parece um trem desgovernado de tão impulsiva, e ele,  um nerd que sonha em ser roteirista - que se tornam amigos por acaso e acabam por compartilhar um pouco do seu universo um com outro. Ao longo da série, eles conhecem pessoas e se metem em confusões cotidianas, que são explanadas a partir de uma abordagem bem realista (em termos de relacionamento) e sem enrolações óbvias para nós telespectadores.



O melhor de tudo é que, apesar de Gus fazer as vezes do famoso nerd, ele passa longe de ser um clichê ambulante. Muito pelo contrário, já que, logo no primeiro episódio, o protagonista é chamado pela ex de "falso bonzinho", daqueles que beira o babaca, sabe? Enquanto isso, Mickey é egoísta e vem de um relacionamento conturbado e fadado ao fracasso com um cara imaturo e não muito sentimental. Mas, apesar das mazelas da vida, os dois anseiam por um relacionamento no mínimo normal, mas claro que isso nos dias de hoje é praticamente impossível, né?



Com um total de 10 episódios, a produção da Netflix já foi renovada para a segunda temporada, e confesso que estou ansiosérrima para saber como serão os próximos capítulos da vida de Mickey e Gus, até porque, me identifiquei com boa parte dos discursos da fia. Quem nunca, né?